IMPRESSORA, SCANNER OU MULTIFUNCIONAL? SAIBA QUAL É IDEAL PARA VOCÊ

Uma compra nova é sempre um desafio. Quando o item que será comprado é algo que se desconhece, o desafio é ainda maior. É preciso entender sobre o objeto a ser adquirido, conhecer suas funcionalidades, seus custos e seus benefícios.

No caso das Impressoras, Scanners e Multifuncionais, a dificuldade continua grande. Sendo assim, para que se faça uma boa escolha, é preciso conhecer a função de cada uma das possibilidades, assim como suas características particulares.

O que escolher

 

Se você ainda não sabe corretamente a diferença, a impressora é responsável somente pela transformação de arquivos digitais em documentos impressos, físicos. O Scanner faz o processo contrário: transforma arquivo físico em digital. Além disso, tem-se a função de cópia, que é uma espécie de impressão do documento que foi escaneado, porém, tudo ocorrendo de forma automática.

Scanner

 

Para definir se precisa de uma Impressora ou de um Scanner, é necessário analisar seus objetivos. Se pretende somente fazer impressões, comprar um Scanner é algo de pouca utilidade, afinal, o que você precisaria copiar do físico para o digital?

Outro ponto controverso na compra na Scanner é o fato de que atualmente, com as câmeras excelentes nos celulares, é possível tirar fotos e enviá-las para o computador, deixando de lado a necessidade de se adquirir um Scanner especificamente.

No entanto, se a demanda é de nível profissional, muito escaneamento, realmente o celular não cumpre muito bem a tarefa; nesse caso, é interessante a compra do Scanner.

Impressora

 

Se deseja imprimir, ainda não há celular capaz de cumprir essa demanda, motivo que leva à necessária utilização da impressora. A única dúvida neste ponto é a demanda de impressão.

Caso precise de muitas impressões diárias, ou de uma qualidade de imagem muito alta, como as impressoras térmicas, de sublimação ou matriciais, é ideal que compre uma máquina que somente imprima, afinal, impressoras como essas últimas três, dificilmente são encontradas em um equipamento multifuncional.

Por outro lado, se o número de impressões não for muito alto, essas máquinas mais amadoras, multifuncionais, costumam executar sua função com bom desempenho, tendo-se em mente a necessidade de baixo volume de impressões.

Então… quando escolher uma Multifuncional?

 

Para decidir-se por uma máquina multifuncional, é necessário que você não precise de um alto volume de cópias diárias e não tenha uma necessidade de impressão com altíssima qualidade de imagem (como as térmicas, por sublimação e matriciais), além de que deve precisar da função de Scanner de forma casual ou em baixo volume.

É importante entender também que as máquinas multifuncionais não possuem uma finalidade única, o que as deixa, geralmente, com uma qualidade inferior a qualquer um dos equipamentos específicos para tal. Ou seja, são três os requisitos para obtenção adequada da multifuncional:

  1. Baixa quantidade de cópias
  2. Baixa quantidade de Escaneamento
  3. Não haver necessidade de elevada qualidade de imagem

Portanto, se há necessidade de utilização de dois produtos, como o Scanner e a impressora, com elevada qualidade, é recomendável que se adquira os dois equipamentos de forma separada, deixando de fazer a aquisição do equipamento multifuncional.

No entanto, se for possível ceder um pouco no quesito de qualidade, é plenamente possível a aquisição de uma máquina multifuncional. E óbvio, se houver necessidade de usar somente um dos equipamentos, compre somente aquele específico que atenda a sua necessidade, de forma a poupar seu dinheiro e utilizar a função desejada de modo completo.

Deixe um comentário